O homem, a cidade e a lei: a dialética da virtude e do direito em Aristóteles

de Marcella Furtado de Magalhães Gomes

1ª edição, Belo Horizonte: Initia Via, 2012, 335p. [Kindle Edition]



Descrição: "A atual crise ética que vivemos e o relativismo dos juízos valorativos da conduta humana impelem-nos a buscar o fundamento racional de nossas ações, da mesma forma que a linhagem que descendeu da missão délfica socrática o fez. Entretanto, se as respostas à crise ética grega foram buscadas na primeira tentativa de estabelecer uma relação entre razão e liberdade, temos que havia, naquele tempo, profunda confiança nas forças da razão, confiança essa que vale mesmo se considerada a desconfiança dos sofistas. Durante a crise atual, ainda que o pensamento aceite amplamente a liberdade, parece recusar à razão a sua possibilidade de encontrar a unidade na multiplicidade do mundo, especialmente no que tange ao agir. Dentro destas considerações faz-se presente o retorno às teorizações gregas sobre a Ética, considerando que a formação da virtude dos homens e do Estado é o resultado de um progressivo e interativo aperfeiçoamento decorrente da atuação das leis sobre os homens e dos homens sobre as leis." - Marcela Furtado de Magalhães Gomes

Sobre o autor:  Marcela Furtado de Magalhães Gomes é Graduada, Mestre e Doutora em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais, onde também leciona como Professora Adjunta do Departamento de Direito do Trabalho e Introdução ao Estudo do Direito da Faculdade de Direito da UFMG.