Transgredindo e Transformando: uma análise queer da transsexualidade

R$ 1,00Preço

In: Congresso de Diversidade Sexual e de Gênero [recurso eletrônico] questões trans : o sagrado crime da divergência, volume 3 / organização Gabriela Dantas Rubal, Letícia Leite, Marcelo Maciel Ramos. - 1. ed. - Belo Horizonte [MG] : Initia Via, 2019.

 

ISBN 978-85-9547-068-2 

 

Você conhece a obra completa aqui.

  • Em decorrência da imposição de uma ordem discursiva cishete-ronormativa compulsória, que determina a coerência e continuidade entre sexo-gênero-sexualidade para sustentar a normatização da vida dos indivíduos, aqueles que não se classificam na bipolaridade (homem/mulher) ficam à margem da própria sociedade. Frente a esse contexto, certos tipos de identidade de gênero parecem ser meras falhas do desenvolvimento ou impossibilidades lógicas, precisamente porque não se conformam às normas de inteligibilidade cultural. Destino esse em que está inserida a experiência da transexualidade, que ao fugir dos padrões pré estabelecidos acaba por não obter o status de sujeito, esse fato lhes reserva lugares nas zonas inóspitas e inabitáveis da vida social onde estão sujeitos a violências diversas. Nesse ínterim, a Teoria Queer, a partir das contribuições da filósofa Judith Butler, propõe o rompimento dos padrões binários hierárquicos, por meio de deslocamentos e processos desconstrutivos, para que se possa compreender que não existe natureza que determine o que seja o sujeito. Até porque todas essas categorias são discursivamente construídas e assim, da mesma maneira, através de uma política Queer, podem ser desestabilizadas e ressignificadas. 

    Palavras-chave: Ordem cisheteronormativa; Gênero; Teoria Queer; Judith Butler; Transexualidade.

     

  • Facebook
  • Twitter
  • White Instagram Icon

CNPJ 13.676.025/0001-51

Initia Via Editora Ltda. ©2011-2020